Devo consultar um neurocirurgião ou ortopedista para dor na coluna?

Essa dúvida é muito comum porque ambos os especialistas, neurocirurgião e ortopedista, tratam da coluna, porém têm atuações com focos diferentes.

Essa dúvida é muito comum porque ambos os especialistas tratam da coluna, porém têm atuações com focos diferentes.

A relação entre as áreas de atuação desses dois profissionais, pelo menos no que se refere a tratamentos de doenças da coluna vertebral, apresentam particularidades inerentes a sua formação profissional, que são distintas. 

O ortopedista tem formação profissional voltada para o tratamento das patologias do sistema músculo esquelético enquanto a formação do neurocirurgião tem enfoque no tratamento das doenças do sistema nervoso central, medula, nervos espinhais e periféricos.

O neurocirurgião ainda recebe treinamento em aspectos relacionados a dor e isso tem importância pois com frequência os paciente apresentam esse tipo de sintoma no surgimento de suas enfermidades. 

Por isso, trouxemos algumas questões e seus devidos esclarecimentos neste artigo.

Neurocirurgião ou ortopedista: qual especialista consultar?

A primeira coisa que o paciente precisa entender é que a melhor escolha é sempre pelo especialista em coluna, independente da formação do profissional.

Ser um especialista em coluna está além da formação especializada em neurocirurgia ou ortopedia. Isso significa que o profissional escolhido para tratar a dor do paciente precisa ter formação complementar neste campo de atuação. 

Assim, o profissional poderá entender a necessidade do paciente e saberá se poderá dar continuidade ao tratamento ou se precisará indicar outro profissional.

Que doenças a neurocirurgia trata?

De maneira geral, estas são as doenças que podem ser tratadas por profissionais com formação em neurocirurgia:

  • Tumores intradurais e intramedulares;
  • Malformações vasculares intramedulares;
  • Malformações  congênitas do tipo siringomielia;
  • Malformações do tipo Arnold-Chiari;
  • Mielomeningoceles;
  • Procedimentos neurocirúrgicos para tratamento da dor crônica;
  • Implante de bombas de infusão de medicamentos para dor ou espasticidade;
  • Implante de Neuroestimuladores medulares para tratamento da dor;
  • Fraturas da coluna vertebral (cervical,dorsal  e lombo-sacra);
  • Hérnias de disco da coluna cervical , dorsal e lombar;
  • Tumores ósseos da coluna vertebral;
  • Deformidades da coluna vertebral (Escoliose degenerativa do adulto e pós  cirúrgicas);
  • Bloqueios e procedimentos diagnósticos e de natureza terapêutica da coluna vertebral.

Lembrando que um ortopedista poderá realizar essas modalidades de tratamento se estiver adequadamente treinado.

Que doenças a ortopedia trata?

Por sua vez, a atuação do cirurgião ortopédico tem maior abrangência sobre os tratamentos cirúrgicos tais como:

  • Fraturas, torções e luxações da coluna cervical,dorsal e lombo-sacra;
  • Tumores ósseos da coluna vertebral;
  • Deformidades na coluna (Escoliose congênita, juvenil e do adulto);
  • Hérnias de disco da coluna cervical,dorsal e lombo-sacra;
  • Bloqueios e procedimentos diagnósticos e de natureza terapêutica da coluna vertebral.

Da mesma forma, neurocirurgiões que tenham recebido tratamento adequado nesta modalidade de tratamento poderão realizar tais procedimentos com segurança.

Fique atento ao registro do profissional

Independente da especialidade que o paciente acredite melhor buscar, é essencial que o profissional escolhido tenha título de Especialista em Neurocirurgia (SBN ou ABN) ou Ortopedia (SBOT) e seja legalmente registrado junto ao Conselho Regional de Medicina.

É interessante, também, que o profissional esteja registrado junto a Sociedade Brasileira de Coluna. No site do Cremers, você encontra uma seção em que é possível fazer a checagem do profissional mediante pesquisa por nome ou número de registro.

Em caso de dúvida, não hesite em entrar em contato e agendar uma consulta conosco.

A IMPORTÂNCIA DO DIAGNÓSTICO CORRETO

Não substitua a consulta médica presencial

Por mais que seja tentador encontrar as respostas para sua dor na internet, alertamos que nenhuma informação deste portal, e de qualquer outro, substitui o diagnóstico feito por um médico. As dores nas costas podem não ser sintomas isolados, mas fazer parte de uma série de sintomas que apenas um profissional especializado conseguirá entender e diagnosticar.

Lembre-se: sua coluna não se comunica sozinha.
home-drfabio

DR. FABIO DOS SANTOS

CREMERS 17845

Médico Neurocirurgião, mestre em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul com foco em Cirurgia de Coluna Vertebral e Tratamentos Minimamente Invasivos na Coluna… Saiba mais.

COMPARTILHE ESTE POST

LEIA TAMBÉM: