Viajar após uma cirurgia: confira os principais pontos de atenção e cuidados durante a viagem

Viajar após uma cirurgia: confira os principais cuidados durante a viagem de avião

As dúvidas sobre o tópico são diversas, por isso reunimos alguns pontos de atenção para quando você precisar viajar após uma cirurgia.

Caso você esteja planejando um procedimento cirúrgico em outra cidade, é provável que a viagem de volta seja uma preocupação. Viajar de avião é uma opção? Uma autorização especial é necessária? As dúvidas são diversas. Por isso, reunimos alguns pontos de atenção para quando você viajar após uma cirurgia.

O tempo de recuperação do paciente antes de voltar para a casa depende do tipo de cirurgia e anestesia feita. Para cirurgias mais complexas, invasivas e que envolvam anestesia geral, o mais comum é aguardar duas semanas. Enquanto procedimentos minimamente invasivos, por exemplo, demandam um menor tempo de recuperação.

Pontos de atenção ao viajar após uma cirurgia

Antes de tudo, entenda que você apenas poderá viajar após uma cirurgia se o seu médico permitir. O mais indicado é que, ao planejar a viagem, você apenas compre as passagens de ida e deixe para comprar as passagens de volta depois de receber alta e as indicações de cuidados.

É importante, também, que você leve em conta todas as indicações do médico para que não haja complicações na recuperação.

Viajar após uma cirurgia: confira os principais pontos de atenção e cuidados durante a viagem

No momento de comprar a sua passagem de volta, procure por uma companhia aérea que tenha atendimento especial. Quando você escolher por essa opção, poderá detalhar as condições especiais que necessita, como cadeira de rodas ou assistência de um profissional.

Algumas companhias pedem que o passageiro imprima um formulário indicando as necessidade e, caso seja complicado responder corretamente, você pode pedir ajuda ao seu cirurgião.

Nunca é demais, também, pedir que você tenha em mãos um documento detalhado com doenças crônicas, alergias e medicamentos necessários. Além disso, caso você experimente falta de ar, palpitações ou tontura, deve comunicar imediatamente aos comissários de bordo.

Prestando atenção nesses pontos, viajar após uma cirurgia deverá acontecer sem complicações. Continue acompanhando nosso blog e não deixe de conferir este conteúdo sobre cuidados com a coluna em viagens longas.

A IMPORTÂNCIA DO DIAGNÓSTICO CORRETO

Não substitua a consulta médica presencial

Por mais que seja tentador encontrar as respostas para sua dor na internet, alertamos que nenhuma informação deste portal, e de qualquer outro, substitui o diagnóstico feito por um médico. As dores nas costas podem não ser sintomas isolados, mas fazer parte de uma série de sintomas que apenas um profissional especializado conseguirá entender e diagnosticar.

Lembre-se: sua coluna não se comunica sozinha.
home-drfabio

DR. FABIO DOS SANTOS

CREMERS 17845

Médico Neurocirurgião, mestre em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul com foco em Cirurgia de Coluna Vertebral e Tratamentos Minimamente Invasivos na Coluna… Saiba mais.

COMPARTILHE ESTE POST

LEIA TAMBÉM: